Forsberg, de penálti aos 29 minutos, Isak, aos 62, e Quaison, que ‘faturou’ aos 79, após ter entrado quatro minutos antes, construíram o triunfo dos suecos ante os kosovares, quartos classificados, com quatro pontos, em seis jogos.

Na ‘poule’, os nórdicos somam agora 12 pontos, menos um do que a Espanha, que folgou e vai no domingo disputar, frente à França, a final da segunda edição da Liga das Nações.

No outro jogo do Grupo B, a Grécia, com o guarda-redes do Benfica Vlachodimos no ‘onze’, vencer na Geórgia por 2-0, graças a um tento de penálti de Bakasetas, aos 90 minutos, e outro de Pelkas, em jogador do Vitória de Setúbal, aos 90+5, elevando os gregos aos nove pontos, no terceiro lugar, contra um dos rivais.

No Grupo D, a Ucrânia pôs fim a uma série de cinco empates seguidos, todos os jogos que tinha disputado até aqui, graças a uma grande exibição do avançado do Benfica Yaremchuk em casa da Finlândia (2-1).

O ponta de lança fez o passe para o tento inaugural, apontado, logo aos quatro minutos, por Yarmolenko, mas Pukki empatou em Helsínquia para os finlandeses, aos 29, antes de o benfiquista fazer o 2-1 final, cinco minutos depois.

A Ucrânia soma agora oito pontos, em posição de ‘play-off’, a quatro da líder e campeã mundial França, e mais dois que a terceira classificada, a Bósnia-Herzegovina.

Os bósnios somaram a primeira vitória nesta ‘poule’, ao vencer na visita ao Cazaquistão por 2-0, graças a um bis de Prevljak, e tem um jogo a menos em relação ao resto dos adversários, podendo ultrapassar os ucranianos em caso de vitória.

Última classificada, a Lituânia somou os primeiros pontos ao vencer a Bulgária por 3-1, praticamente afastando os búlgaros de qualquer possibilidade de chegar ao ‘play-off’, uma vez que somam cinco pontos, em seis jogos.

O único jogo da tarde no Grupo A, de Portugal, deu a primeira vitória à República da Irlanda, que foi à capital Baku para vencer o Azerbaijão por claros 3-0, graças a um bis de Robinson e outro tento de Ogbene.

Os irlandeses somam cinco pontos, contra um dos azeris, e são quartos e penúltimos. Portugal, que folga hoje, lidera com 13 pontos, mais dois do que a Sérvia, com o Luxemburgo no terceiro posto, com seis, e menos um jogo.

No Grupo F, a Escócia sofreu em Glasgow e esteve a perder com Israel por duas vezes, mas acabou a ganhar por 3-2, graças a um tento de Scott McTominay no quarto minuto de descontos, reforçando a posição de ‘play-off’.

Com a líder Dinamarca, com 18 pontos, a jogar ainda hoje, os escoceses somam 14, agora mais quatro que os israelitas, que podem ser alcançados no terceiro posto se a Áustria vencer hoje as Ilhas Faroé.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.