Los Angeles Lakers

  • Classificação da fase regular: 1.º Oeste (52 V - 19 D)
  • Percurso nos playoffs: 12 V - 3 D (4-1 vs. Trailblazers, 4-1 vs. Rockets, 4-1 vs. Nuggets)

Miami Heat

  • Classificação da fase regular: 5.º Este (44 V - 29 D)
  • Percurso nos playoffs: 12 V - 3 D (4-0 vs. Pacers, 4-1 vs. Bucks, 4-2 vs. Celtics)

Duelos diretos

Os famosos "matchups" que determinam o sucesso em playoffs são favoráveis aos Los Angeles Lakers, porque têm o melhor jogador do planeta em LeBron James e um poste-que-pode-jogar-a-extremo-e-tem-a-técnica-individual-de-um-base em Anthony Davis. As duas superestrelas apresentam inúmeros desafios aos adversários, em termos de encaixes defensivos, e serão um teste como os Miami Heat ainda não tiveram nestes playoffs. Uma coisa é atirar corpos para cima de Giannis Antetokounmpo, outra é ter que lidar com LeBron e AD em simultâneo. O treinador Erik Spoelstra é um estratega do melhor que há na liga norte-americana e vai apresentar várias alternâncias defensivas para limitar a dupla de vedetas dos californianos, mas a vantagem é da turma de LA.

Do lado dos Lakers, e sabendo que Jimmy Butler é o líder emocional e o homem que decide no fim dos jogos, o "matchup" mais importante é mesmo com o poste Bam Adebayo. O estreante como All-Star é uma força nos dois lados do campo e todo o jogo da equipa passa pelas suas mãos. O esperado é que seja Anthony Davis a defendê-lo na maior parte do tempo, mas isso pode desgastá-lo e outras opções deverão ser testadas ao longo da série.

créditos: 2020 Getty Images

Chave da eliminatória

A esperança dos Heat poderem conquistar um título em Orlando reside, em grande parte, no sucesso da defesa zona 2-3, em especial nos momentos em que LeBron James e Anthony Davis estiverem em campo com mais um poste, seja ele JaVale McGee ou Dwight Howard. Frank Vogel, técnico dos Lakers, será "obrigado" a apostar nos atiradores para contrariar essa defesa e, para isso, terá que contar com a inspiração de Danny Green, Kentavious Caldwell-Pope e Kyle Kuzma na altura de lançar ao cesto. Em tiros de "catch and shoot", nos playoffs, os três lançadores registam percentagens acima de 35%, com destaque para os 47% de eficácia de KCP. Impedir as penetrações de LeBron pela linha da frente da zona, habitualmente composta por Jimmy Butler e Jae Crowder, também será determinante para qualquer hipótese de sucesso desta estratégia da formação da Flórida. 

Factor X

A eficácia de lançamentos de três pontos ajudará a determinar o sucessor dos Toronto Raptors como campeões da NBA. Os Lakers ainda não perderam qualquer jogo nestes playoffs quando lançam acima dos 30% do exterior e, no geral, têm uma média de 35.5% em quase 32 tentativas de triplo por partida, mas a defeza zona dos Heat pode retirar os atiradores dos seus "sweet spots" e fazer baixar a eficácia do conjunto orientado por Frank Vogel, sobretudo em momentos em que o técnico dos Lakers aposte num cinco com dois postes.

Durante a final de conferência diante dos Boston Celtics, Jimmy Butler não foi o melhor marcador da equipa em nenhum dos seis jogos e isso prova o coletivismo dos Heat, que têm muitas ameaças no cinco inicial e outras a sair do banco de suplentes. Se é expectável que Butler, Adebayo e os veteranos Goran Dragic, Jae Crowder e Andre Iguodala estejam ao seu melhor nível, o desequilíbrio pode ser criado pelos miúdos ao serviço de Spoelstra, como Duncan Robinson e Tyler Herro.

LeBron James

Números a ter em conta

LeBron Raymone James, 35 anos e 17 temporadas de NBA. O "King" vai jogar a sua 10.ª Final da NBA e a nona nos últimos dez anos. É um de apenas quatro atletas com uma dezena de presenças nas Finais, juntando-se a Bill Russell (12), Sam Jones (11) e Kareem Abdul-Jabbar (10), e passa a ter mais presenças em Finais do que... 27 das 30 equipas da liga. Pode tornar-se o primeiro jogador da história a vencer o prémio de MVP das Finais por três equipas diferentes, depois de já ter conquistado o galardão pelos Miami Heat e pelos Cleveland Cavaliers. Mais importante do que tudo isto, LBJ quer o quarto título em dez presenças na derradeira eliminatória da época e liderar os Lakers ao 17.º título da organização, o que igualaria o registo dos Boston Celtics e que ainda é recorde da NBA.

Do outro lado da barricada, há um nome em destaque e não é jogador, nem treinador. Pat Riley atinge uma Final da NBA pela sexta década (!) consecutiva, depois de o ter feito nos anos 70 como jogador, nos anos 80 e 90 como treinador, e nas últimas três décadas como executivo.

Previsão

As duas equipas defrontaram-se duas vezes durante a fase regular, mas foi há tanto tempo que esses embates não podem ser tidos em conta para analisar o presente, até porque ambos os conjuntos mudaram algumas peças desde então. No papel, os Los Angeles Lakers têm mais «star power» e experiência, o que deve ajudar a decidir estas Finais: Lakers em 6 jogos.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.