Depois de a própria equipa ter anunciado na terça-feira que o jogador estava suspenso por tempo indeterminado, a NBA anunciou hoje a sua decisão, banindo-o de qualquer atividade ou presença junto dos Heat e multando-o em 50 mil dólares (cerca de 41 mil euros).

Leonard terá ainda de participar num programa que promove a diversidade cultural, após comentários pelos quais pediu desculpa, com o diretor da NBA, Adam Silver, a dizer que estes foram “indesculpáveis e ofensivos”.

O poste dos Miami Heat pediu desculpa através de uma publicação no Instagram, na qual escreveu: “Lamento profundamente ter proferido um insulto antissemita. Não sabia o que aquela palavra significava, mas a minha ignorância sobre a sua natureza ofensiva para a comunidade judaica não é desculpa.”

Várias empresas de videojogos anunciaram o fim das suas parcerias com o jogador, que costumava interagir com os adeptos na plataforma Twitch.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.