"Apenas quero tirar um pequeno momento para dizer que sou gay. Queria fazer isto há algum tempo, mas agora finalmente sinto-me confortável para o tirar do meu peito", referiu Nassib, num vídeo publicado na segunda-feira na rede social Instagram.

Dizendo que é uma pessoa "bastante privada", Nassib garante que não está a fazer isto para ter atenção, mas por achar que a sua visibilidade pode ajudar outras pessoas e para criar "uma cultura de aceitação e compaixão".

O jogador agradeceu ainda o apoio da NFL, da equipa e dos seus companheiros de equipa, sem os quais nunca teria conseguido tomar esta decisão.

Ao longo da história da NFL, vários jogadores assumiram ser homossexuais, mas apenas após terminarem a carreira, além do caso de Michael Sam, em 2015, que disse ser gay após ter sido escolhido no 'draft', mas que acabou por nunca integrar uma equipa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.