"É só para avisar que ninguém vai para casa sem deixar a praça limpa, ok?" Foi com estas palavras que Bruno Lage iniciou o discurso vitorioso perante uma Praça do Marquês de Pombal repleta de adeptos do Benfica, fruto da vitória em casa sobre o Santa Clara por 4-1, que valeu o 37.º título de campeão português de futebol aos encarnados.

A equipa chegou ao coração da capital cerca de quatro horas depois de vencer o encontro, entrando no epicentro dos festejos pela Avenida Fontes Pereira de Melo, onde, da estrada às varandas de inúmeros edifícios, os adeptos ovacionaram jogadores, equipa técnica e dirigentes.

Depois de vários jogadores tomarem a palavra para saudarem a massa associativa encarnada, expressar a sua felicidade e deixarem uma nota de apreço a Bruno Lage e ao presidente Luís Filipe Vieira, foi altura do técnico sadino tomar a palavra.

Com a postura ponderada e lúcida que tem vindo a ser seu hábito, Lage apelou aos benfiquistas, e não só, a que tenham mais espírito desportivo em relação aos rivais.

"Que este título, que esta reconquista, que este campeonato que estava perdido, seja também a forma de nós começarmos a dar mérito a quem ganha, e tem de partir de nós agora", apontou o técnico encarnado, pedindo que "a partir do nosso exemplo, começarmos a olhar para os nossos adversários e quando eles ganharem, também lhes dar mérito, porque só assim é que, quando nós ganhamos, eles nos vão começar a dar mérito."

Porém, Lage não se ficou por aqui, tomando também a oportunidade para lembrar que "o futebol é apenas o futebol", considerando que "há coisas mais importantes na nossa sociedade e no nosso país pelas quais temos de lutar". Partindo do fervor desportivo nutrido pelos adeptos, o treinador disse que as pessoas "se unirem, se tiverem a força, se tiverem a exigência que têm no futebol noutros aspetos de Portugal, na nossa economia, na nossa saúde, na nossa educação, nós vamos ser um país melhor".

Bruno Lage quis também deixar "uma palavra para o presidente que nos apoiou desde a 1ª hora, que me deu esta oportunidade", referindo-se a Luís Filipe Vieira, que de seguida tomou a palavra.

"Este foi o ano da reconquista do nosso orgulho, da nossa auto-estima, do nosso amor próprio, do nosso título. Foi para vocês!" exclamou o líder encarnado, que lembrou que a conquista do título se deu "graças a estes homens que aqui estão, comandados por um grande profissional, Bruno Lage".

O presidente benfiquista concluiu o seu discurso, lembrando que a conquista do campeonato é "a confirmação de tudo o que temos feito no Seixal, estão aqui oito jovens formados no Caixa Futebol Campus. Este título é para vós, é para toda a lusofonia, é para Portugal", prometendo ainda "estar aqui no próximo ano novamente."

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.