Para Reinier ser feliz, bastava-lhe ser 1% do que Zinedine Zidane foi. As palavras são do próprio à Globoesporte quando tinha apenas 15 anos e já chamava a atenção da torcida flamenguista que o via como futuro 10 do Mengão.

Confessa que nunca viu jogar Zizou, mas que o seu pai lhe mostrava vídeos do atual técnico do Real Madrid no telemóvel. "Procuro sempre fazer jogadas como ele. Se eu for 1% dele, já estou bem", sublinhou o jovem médio.

Hoje, com os Merengues e o Flamengo a oficializarem o acordo por aquele que é uma das maiores promessas do futebol brasileiro, podemos dizer que Reinier fica uma bocadinho mais perto de cumprir o seu sonho de infância. Não só vai envergar uma camisola com que o francês fez história, como no futuro será comando pelo próprio a partir do banco.

Por agora, e com um contrato firmado até 2026, o antigo pupilo de Jorge Jesus vai integrar o Castilla, a equipa B dos madrilenos comandada por Raúl Gonzales, assim que regressar do torneio pré-Olímpico sub-23 com a seleção do Brasil.

Numa história que parece ser o concretizar de um sonho de infância, há quem fique a perder, nomeadamente Jorge Jesus, treinador que não só lançou Reinier na equipa principal do Flamengo, pela qual o jovem disputou 15 jogos, marcou seis golos, venceu o Brasileirão e a Libertadores, como em entrevista à CMTV, manifestou descontentamento com os valores que na altura eram associados à transferência do ainda seu jogador. "Reinier não pode ser vendido por 30 milhões de euros. Nisso o Benfica é espectacular. Vende até jogadores até acima do seu valor. O Flamengo ainda não sabe valorizar os seus jogadores", disse o timoneiro português.

As declarações levaram, inclusive, Marcos Braz, vice-presidente do Mengão, a responder Jesus, afirmando que não precisava do técnico para fazer análises financeiras. "Ele tem a análise dele. Quando fomos buscar o Jorge [Jesus], fomo-lo buscar na parte técnica, porque tínhamos a certeza de que ele faria todos esses resultados. Acreditávamos no trabalho dele. Mas na parte financeira, é uma análise que é dele. Não vou discutir. Mas não preciso dele para fazer essa análise porque temos departamentos dentro do clube que se sentem confortáveis para discutir valores de atletas com outras instituições", disse o dirigente.

A transferência há muito que vinha a ser discutida na imprensa naquela que é descrita como uma demanda do Real Madrid pelo próximo Neymar Jr., que tem incluído um ataque forte ao mercado brasileiro que já incluiu no passado as contratações de Carlos Vinicius Jr. e de Rodrygo ambos já ao serviço da equipas principal dos Merengues.

Apesar do valor referido pelo treinador português e veiculado pela imprensa internacional, nem o Real Madrid, nem o Flamengo avançaram com valores oficiais do negócio.

O jornal desportivo espanhol As detalhou que 80% do valor da transferência vai entrar nos cofres do 'mengão', enquanto os restantes 20% vão ser repartidos entre os seus agentes e a sua família.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.