Na primeira prova oficial ao volante de um Ford, após o abandono da Volkswagen, Ogier beneficiou de um erro do belga Thierry Neuville (Hyundai i20), no sábado, para chegar ao primeiro lugar da 85.ª edição do rali monegasco, que venceu pela quinta vez, a quarta consecutiva no WRC.

O tetracampeão do mundo em título somou o seu 39.º triunfo da carreira com uma vantagem de 02.15 minutos sobre o seu antigo companheiro de equipa Latvala, numa prova que marcou o regresso da Toyota ao WRC após 17 anos de ausência, que beneficiou dos problemas mecânicos de Tänak para subir ao segundo posto.

O espanhol Dani Sordo (Hyundai i20) foi o mais rápido nos 54 quilómetros cronometrados na etapa de hoje, que teve a sua terceira especial cancelada, devido à má colocação dos espetadores, enquanto Neuville venceu a ‘power stage”.

O rali do principado ficou marcado pela morte de um espetador espanhol, na sequência de um despiste do neozelandês Hayden Paddon, durante a primeira das duas etapas noturnas, na quinta-feira.

A próxima prova do WRC está marcada para dentro de três semanas, com o rali da Suécia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.