Um ano depois de desistir de Roland Garros na sequência da polémica gerada pela sua decisão de boicotar as conferências de imprensa do torneio, para alertar para o tema da saúde mental, Osaka regressou à ‘catedral da terra batida’ para uma participação efémera, sendo derrotada pela 27.ª cabeça de série, pelos parciais de 7-5 e 6-4, em uma hora e 30 minutos.

Esta é a segunda vitória consecutiva de Anisimova sobre a japonesa em torneios do ‘Grand Slam’, já que a norte-americana, semifinalista em Roland Garros em 2019, foi responsável pela eliminação de Osaka, então campeã em título, na terceira ronda do Open da Austrália deste ano.

Para a antiga número um mundial, atual 38.ª classificada no ‘ranking’ WTA, esta é apenas a terceira vez que cai na primeira ronda de um torneio do ‘Grand Slam’.

Vencedora do Open dos Estados Unidos em 2018 e 2020 e do Open da Austrália em 2019 e 2021, Osaka, de 24 anos, nunca ultrapassou a terceira ronda em Roland Garros, tendo sido afastada nesta fase em 2016, 2018 e 2019.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.