O habitual desfile de atletas contou com dois esquiadores da Coreia da Norte, que se apresentaram com a bandeira do país, tornando-se a primeira representação de sempre dessa nação num Jogos Paralímpicos de Inverno.

Após um espetáculo de dança e música, que abordou sobretudo a aproximação das Coreias, o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, deu por aberto aquele que serão os mais participados Jogos Paralímpicos de Inverno.

Até 18 de março, 670 atletas com deficiência vão competir por 80 medalhas de ouro em seis disciplinas: esqui alpino, snowboard, esqui cross-country, biathlon, hóquei no gelo e curling.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.