Fenati, de 22 anos, já tinha sido suspenso por duas corridas pela organização do campeonato, depois de ter tocado no guiador do compatriota Stefano Manzi durante a corrida, tentando parar o adversário.

A equipa despediu o corredor devido ao gesto, que a formação italiana classifica como “irresponsável” e considera ter “colocado em perigo a vida de outro corredor, ato para o qual nenhum pedido de desculpas é suficiente”.

“Não sei como consegui não cair. (...) É difícil perdoar um gesto como este, em que um piloto tenta matar o seu rival a 200 quilómetros à hora”, disse, no domingo, Manzi, 22.º no Mundial.

Fenati abandona a prova depois de ser 19.º na classificação do Mundial após o GP de São Marino, no qual o português Miguel Oliveira (KTM) foi segundo, prosseguindo na mesma posição no campeonato, a oito pontos do italiano Francesco Bagnaia (Kalex).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.