A operação foi feita em 30 de outubro na bolsa portuguesa (Euronext Lisboa), e cada ação foi comprada ao preço unitário de 0,7198 euros, lê-se no ‘site’ da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), permitindo ao líder dos ‘dragões’ reforçar a sua posição acionista.

Segundo os dados que constam no último relatório e contas (2019/20) da SAD ‘azul e branca’, Pinto da Costa detinha, em 30 de junho, 303.556 ações, correspondentes a 1,35% dos direitos de voto da sociedade que gere o futebol do campeão português de futebol.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.