As revistas principiaram ao início da manhã e visam encontrar provas dos pagamentos aos atletas através de paraísos ficais, segundo denúncia do grupo ‘Football Leaks’ sobre corrupção no futebol.

Essas notícias levaram à abertura, em dezembro, de uma investigação preliminar sobre evasão fiscal agravada

Segundo os órgãos de informação do consórcio ‘Football Leaks’, o ex-benfiquista Di Maria e Pastore cobravam os direitos de imagem através de uma empresa holandesa, que depois pagava ao primeiro através do Panamá e ao segundo pelo Uruguai.

Desse modo, as receitas não eram tributadas pelo fisco francês, que agora investiga as alegadas irregularidades.

A investigação sobre a evasão fiscal está a ser conduzida pelos serviços centrais de luta contra a corrupção e infrações financeiras.

O Paris Saint-Germain sempre negou pagar direitos de imagem em paraísos fiscais.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.