“Vimos de um jogo competente [derrota por 1-0 com o Casa Pia] e queremos obviamente melhorar. Sabemos que vai ser uma tarefa difícil, pela qualidade do adversário, mas preparámo-nos para isso e esperamos, obviamente, uma boa resposta no jogo, à procura dos pontos que nos fazem falta, mas com muita atenção àquilo que são as qualidades do Famalicão”, afirmou Paulo Sérgio, em conferência de imprensa.

Apesar do desaire no reduto dos ‘casapianos’, o treinador do Portimonense considerou que o seu grupo tem “muita margem de progressão, muito espaço para melhorar, muita gente jovem a estrear-se na Liga”.

“Como é óbvio, o espaço para melhorar é enorme. Esse é que é o trabalho, esse é que é o projeto. Agora, como nós sabemos, numa liga competitiva, como esta é, nós temos de fazer crescer a equipa, mas é imperioso somar pontos. Não podemos olhar só para um lado da questão, o ideal é fazer crescer esta rapaziada em simultâneo com a conquista dos pontos”, reforçou.

Segundo Paulo Sérgio, a equipa precisa de melhorar nos aspetos em que não esteve tão bem frente ao Casa Pia.

“Sermos mais agressivos no último terço do terreno, mais criativos e mais frios no momento de finalizar. São coisas imperiosas para se conseguir resultados”, enfatizou.

O técnico do Portimonense elogiou o plantel “recheado de ótimos valores” e o “futebol de qualidade” dos minhotos, lembrando que já assumiram “uma luta pelo espaço na Europa na próxima temporada”.

O Portimonense, 10.° classificado, com 14 pontos, e o Famalicão, oitavo, com 16, defrontam-se a partir das 15:30 de hoje, no Estádio Municipal de Portimão, com arbitragem de Hélder Carvalho, da associação de Santarém.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.