Portugal, que ao intervalo já perdia por 16-12, precisava de bater os gauleses, campeões mundiais em 1995, 2001, 2009, 2011, 2015 e 2017, para seguir em frente e atingir pela primeira vez o ‘top 8’, superando o 12.º posto de 2003, em solo luso.

Na classificação do Grupo III, a formação comandada por Paulo Pereira ficou no terceiro lugar, com seis pontos, contra oito da Noruega, segunda, e 10 da França, primeira, que se qualificaram para os quartos de final.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.