Portugal estreia-se na Superfinal da Liga Europeia 2020, competição conquistada por seis vezes pela equipa das ‘quinas’, diante da França, na quarta-feira, no Estádio do Viveiro — Jordan Santos, na Nazaré.

“A equipa está ansiosa e com uma grande vontade de voltar a jogar, como é lógico. Foi uma paragem longa e espero que os jogadores se apresentem com a qualidade que vinham evidenciando antes da pandemia”, observou Mário Narciso, aos meios de comunicação da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Na antevisão ao desafio, o selecionador nacional traçou o grande objetivo de revalidar o título conquistado em 2019, que, este ano, não terá a presença de adeptos, devido à pandemia.

“É uma competição muito importante, somos atualmente os detentores do título e queremos certamente, para além do desejo de vencer os jogos, voltar a conquistar aquilo que é nosso”, frisou.

Numa edição que terá um único grupo, Portugal mede forças com a França, em 02 de setembro, seguindo-se a Alemanha no dia seguinte, Ucrânia (05) e Suíça (06). Todos os desafios estão agendados para as 17:30.

Sobre os adversários, o treinador sublinha que Portugal “tem de estar muito motivado e concentrado em cada jogo”, considerando que Ucrânia e Suíça “são sempre dois candidatos ao título”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.