“O ano passado fomos quintos depois de uma corrida muito bem conseguida. Logo, para este ano o objetivo é fazer melhor, mas é difícil prever”, disse o piloto, que compete há duas temporadas pela equipa inglesa United Autosports.

Em declarações à sua assessoria de imprensa, o português relembrou que o seu carro, o Ligier LMP2, da marca francesa Onroak Automotive, está em melhores condições do que no ano passado, mas, mesmo assim, não se apresenta ao nível dos veículos dos adversários.

“O nosso carro está sem dúvida mais competitivo do que no ano passado, mas não tão rápido como o dos nossos adversários. No entanto, numa corrida de 24 horas nem só de rapidez se faz a prova”, vincou.

Albuquerque vai participar pela quinta vez consecutiva na prova de resistência francesa, que este ano organiza a sua 86.ª edição, tendo inicio no sábado, às 14:00,em 16 de junho.

O automobilista dividirá a condução do Ligier LMP2 com os ingleses Phil Hanson e Paul Di Resta, que se estreia na competição.

Ao longo da sua carreira, o português venceu, entre outros prémios, o campeonato europeu Renault e o campeonato norte europeu Renault, na categoria de Fórmula2.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.