Frente a um oponente que já sabia estar eliminado, o sétimo jogador da hierarquia ATP precisou apenas de uma hora e 20 minutos para vencer por 6-4 e 7-6 (7-4) o quarto cabeça de série, seguindo para as meias-finais.

No sábado, o alemão vai defrontar o austríaco Dominic Thiem, quinto jogador mundial, enquanto a outra meia-final não vai ter o número um de 2019, Nadal, que foi eliminado pela vitória de Zverev.

Antes, o espanhol ficou arredado de tentar vencer pela primeira vez as ATP Finals, à 14.ª tentativa, mesmo batendo o grego Stefanos Tsitsipas, sexto jogador mundial, por 6-7 (4-7), 6-4 e 7-5, num jogo de duas horas e 54 minutos.

A outra semifinal terá, então, um confronto entre o suíço Roger Federer, terceiro, e o grego Stefanos Tsitsipas, sexto.

De fora está também o número dois mundial, o sérvio Novak Djokovic, que em 2018 perdeu a final para Zverev, dando ao alemão o 10.º título da carreira e a primeira vitória no torneio que encerra a época do ténis com a presença dos oito melhores classificados do ‘ranking’.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.