O primeiro cabeça de série da prova impôs-se ao 11.º em dois ‘sets’, pelos parciais de 7-6 (7-4) e 6-3, num embate que durou uma hora e 58 minutos.

Nadal, que em 2018 já venceu os torneios de Monte Carlo e Barcelona, procura o oitavo triunfo em Roma, depois dos conseguidos em 2005, 2006, 2007, 2009, 2010, 2012 e 2013.

O espanhol esteve ainda nas finais de 2011 e 2014, ambas perdidas para Djokovic, frente ao qual somou hoje o 25.º triunfo, contra 26 desaires.

Na final de domingo, a sua 48.ª em torneios da categoria Masters 1.000, Nadal vai enfrentar o vencedor do embate entre o alemão Alexander Zverev, terceiro jogador mundial, e o croata Marin Cilic, quinto.

Caso triunfe em Roma, o ‘rei’ da terra batida reassume a liderança do ‘ranking’ mundial, perdida na última semana para o suíço Roger Federer.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.