Líder desde a primeira etapa, Alarcón é o último a partir e sai para a estrada às 16:53, dois minutos depois do terceiro classificado, o espanhol Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital do Loulé).

O facto de o segundo classificado, Amaro Antunes, ser colega de equipa do camisola amarela fez com que o colégio de comissários da Volta a Portugal colocasse o português como antepenúltimo a sair para o ‘crono’, às 16:49.

O contrarrelógio de 20,3 quilómetros será apenas uma formalidade para confirmar a vitória de Alarcón, que tem 28 segundos de vantagem sobre o seu companheiro algarvio, que está longe de ser um especialista na luta contra o cronómetro.

Em aberto está a luta pelo pódio, com Vicente García de Mateos a ter oito segundos de vantagem sobre o quarto classificado, o italiano Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira), que vai para a estrada às 16:47.

O espanhol Gotzon Udondo (Euskadi-Murias) será o primeiro dos 113 resistentes a partir para o ‘crono’, abrindo as ‘festividades’ às 14:51.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.