"O Real Madrid é uma equipa, um clube, uma instituição que tem fome. Sabemos onde estamos e quando se termina uma temporada como a última... isso ajuda a tentar fazer a mesma coisa", afirmou Zidane ao 'site' da UEFA na conferência de antevisão do encontro. E Casemiro ajudou — e muito — a alimentar o jogo dos madridistas.

O Real Madrid, com Cristiano Ronaldo a entrar na segunda parte, venceu hoje o Manchester United, de José Mourinho, por 2-1, conquistando a Supertaça Europeia de futebol pela terceira vez em quatro anos.

Os espanhóis, vencedores da Liga dos Campeões na época passada e detentores da Supertaça Europeia, adiantaram-se com golos de Casemiro, aos 24 minutos, e Isco, aos 52, antes de Lukaku reduzir para os ingleses, campeões da Liga Europa, aos 62 minutos.

Depois de ter vencido o troféu pela primeira vez em 2002, os madrilenos, que tiveram Ronaldo no ‘onze’ a partir dos 83 minutos, venceram a prova de novo em 2014 e 2016, enquanto os ‘red devils’, orientados por José Mourinho, sofreram a terceira derrota na Supertaça Europeia, não conseguindo repetir o êxito de 1991.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.