Os bicampeões ingleses contestam a decisão da Comissão de Controlo Financeiro de Clubes (CFCB) da UEFA de encaminhar o dossier para a sua Câmara de Julgamento, recomendando a imposição de sanções.

“A decisão da Comissão de Controlo Financeiro da UEFA de encaminhar o assunto para a sua Câmara de Julgamento não é definitiva, e, por isso, não é passível de recurso” para o TAS, justificou o tribunal sediado em Lausana (Suíça), em comunicado.

A Câmara Adjudicatória da CFCB anunciou em março a abertura de uma investigação ao Manchester City, por “alegadas violações das regras do ‘fair play’ financeiro” do clube no qual alinha o avançado internacional português Bernardo Silva.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.