Rúben Amaral terminou a competição, disputada num terreno bastante enlameado, com o tempo de 24.23 minutos, a 41 segundos do vencedor, que foi o britânico Will Barnicoat. Etson Barros, a principal esperança lusa, foi apenas 31.º, com João Pais em 32.º, ambos a mais de um minuto do vencedor, enquanto Pedro Amaro não terminou.

Em relação à equipa, Portugal terminou no sétimo lugar, repetindo a melhor classificação lusa neste escalão de sub-23 de 2009, 2010 e 2021.

“Não esperava ser o melhor português nesta prova. Temos uma excelente equipa, o Etson Barros está à procura da medalha no crosse, mas sei que trabalhei muito, com treinos duros. Fiz uma corrida mais cautelosa e sabia que muitos não iam aguentar até ao fim. Tentei não cair e depois foi gerir bem a prova e acabar o melhor possível”, disse Rúben Amaral no final.

Na primeira prova do dia, dos sub-20 femininos, Lara Costa foi a melhor portuguesa, terminando no 15.º lugar, com o tempo de 19.52 minutos, a mais de minuto e meio da vencedora, que foi a britânica Innes Fitzgerald.

Também em prova estiveram Petra Santos que foi 57.ª, Stela Fernandes 60.ª e Diana Fernandes 69.ª, com Portugal a terminar em 12.º lugar por equipas.

Quanto aos sub-20 masculinos, Lourenço Rodrigues foi o melhor luso, no 34.º posto, com o tempo de 17.28 minutos, a um minuto e 19 segundos do vencedor, que foi o dinamarquês Axel Christensen.

Na mesma prova Rui Mineiro foi 67.º e André Geada 79.º, enquanto André Barbosa não terminou. Ao nível de equipas, Portugal foi 13.º.

Na competição de sub-23 feminina, Portugal apenas teve uma atleta presente, com Inês Borba a acabar no 48.º lugar, com o tempo de 29.33 minutos. A vencedora foi a britânica Megan Keith, que bateu a concorrência por margem folgada.

Em seniores, sem qualquer representante lusa na competição feminina, a vencedora foi a norueguesa Karoline Grovdal, enquanto em masculinos o triunfo foi Yann Schrub, da França.

André Pereira foi o melhor luso, no 28.º lugar, com Miguel Moreira em 34.º, Alexandre Figueiredo em 57.º e João Pereira em 58.º, enquanto Duarte Gomes não terminou. Por equipas, Portugal ficou em 10.º.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.