“Eu e um colega da QuickStep Pieter Serry fomos atropelados pela moto de corrida. Ainda tentei seguir mas as dores na perna esquerda eram fortes. Fui forçado a abandonar. Felizmente nada de grave comigo. Agora pensar em recuperar”, escreveu Rui Costa na sua página na rede social Facebook.

O ciclista poveiro, de 34 anos, agradece ainda o apoio e a preocupação dos seus seguidores, desejando “rápidas melhoras” a Pieter Serry, que também informou, na sua conta na rede social Twitter, não ter sofrido qualquer fratura.

O campeão mundial de fundo de 2013, que iria liderar a sua equipa na corrida espanhola, e o belga da Deceuninck-QuickStep caíram na parte inicial da tirada de 178,4 quilómetros, com partida e chegada em Calella, que consagrou o dinamarquês Andreas Kron (Lotto Soudal) como vencedor da etapa e primeiro líder da geral.

“Ele [Rui Costa] tem algumas contusões e algumas lesões nos tecidos moles que serão reavaliadas em 48 horas, [pelo que] deverá ter uma recuperação rápida”, tinha informado, horas antes, o médico da UAE Emirates, Jeroen Swart, numa publicação partilhada pela equipa na rede social Twitter.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.