“Sou otimista, mas dentro da racionalidade. Tem que ser pensado e racionalizado. Nada acontece sem olhar lá para o fundo. É uma visão do presidente e há trabalho pela frente. É uma ambição que se pode ter”, começou por dizer Rui Vitória, em conferência de imprensa.

Vitória referia-se às palavras de Luís Filipe Vieira, que, no discurso comemorativo dos 15 anos do Estádio da Luz e da sua presidência no Benfica, afirmou que “não sairá do clube sem ser campeão europeu”.

O despedimento de José Peseiro do comando técnico do Sporting também não passou em claro para Vitória, que se colocou ao lado do “amigo” e deixou patente o seu ponto de vista.

“Nunca é agradável, mas a qualidade está lá, existe e é um treinador com provas dadas. As realidades dos clubes cada um tem a sua. O Sporting sabe a sua e o que me parece é que quando se escolhe é porque há um conjunto de critérios para aquela instituição. Quando isso acontece há mais sucesso do que insucesso”, argumentou.

Sobre o encontro de sexta-feira da nona jornada da I Liga de futebol, diante do Moreirense, as ‘águias’ sabem que não podem voltar a perder pontos, depois do desaire (2-0) contra o Belenenses, na última ronda. O técnico acabou por assumir que falharam no Estádio do Jamor.

“Sabemos aquilo que não foi favorável [no último jogo], mas houve oportunidades criadas para finalizar e assumimos que tínhamos capacidade para ganhar. Temos de ganhar amanhã [sexta-feira]. Fundamental é aparecerem jogadores para golo e há uma vontade muito grande da parte deles”, terminou.

Na sexta-feira, o Benfica, terceiro classificado, com 17 pontos, recebe no Estádio da Luz, pelas 20:30, o Moreirense, 12.º, com 10, no jogo de abertura da nona jornada do campeonato.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.