A Federação Russa de Atletismo decidiu apenas agora recorrer da suspensão da IAAF, imposta em novembro de 2015, por considerar que foram criadas as condições para o seu levantamento com a recente reabilitação da Agência Russa Antidopagem (Rusada).

Na base da decisão da Agência Mundial Antidopagem (AMA) de levantar a suspensão à Rusada esteve o cumprimento de duas condições indispensáveis: a admissão e culpa por parte do governo do país e o acesso às provas armazenadas na sede do laboratório, em Moscovo.

A Rússia defende que a reabilitação da Rusada abre a porta ao levantamento da suspensão da IAAF, motivada pela descoberta de um esquema generalizado de doping entre atletas russos de elite entre 2011 e 2015, com conhecimento e apoio estatal.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.