Ogier terminou a prova italiana, a última do campeonato, com o tempo de 2:15.51 horas, deixando o estónio Ott Tanak (Hyundai i20) na segunda posição, a 13,9 segundos, e o espanhol Dani Sordo (Hyundai i20) em terceiro, a 15,3.

Com estes resultados, e face ao abandono do anterior líder do campeonato, o galês Elfyn Evans (Toyota Yaris) ainda no sábado, Ogier somou 122 pontos contra os 114 de Evans, sagrando-se campeão pela sétima vez na carreira, depois dos títulos conquistados em 2013, 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.