"Temos de jogar o nosso jogo e ganhá-lo. Não serve de nada estar a olhar para os outros e esquecermo-nos do nosso trabalho. O foco total no que temos de fazer e não mudar as nossas rotinas em função de outras coisas", vincou o treinador portista.

Essas rotinas vão, inclusivamente, manter-se esta noite, pois à hora do importante duelo entre Sporting de Braga e Sporting, o treinador quer o grupo reunido à mesa, no jantar do estágio de preparação para o embate com o Moreirense.

"A essa hora temos o jantar, em estágio, às 20:00. Depois disso, ainda haverá algum tempo desse jogo, mas não é prioridade", vincou Sérgio Conceição.

Ainda assim, o treinador dos ‘azuis e brancos' reconheceu estar "atento" ao que se passa nesta ponta final do campeonato, lembrando que os "jogos têm um peso enorme, pois pontos estão difíceis de conquistar", dando o exemplo do embate com o Moreirense.

"É um adversário que já tirou pontos às equipas que lutam pelo título. Temos de olhar para a sua dinâmica e para aquilo que temos de fazer. Os jogos com o Moreirense são historicamente difíceis, e temos que levar a partida para onde queremos, onde nos sentimos confortáveis, para conquistar os três pontos", vincou.

Com a equipa sem sofrer golos há três jornadas, o técnico foi questionado sobre a evolução da solidez defensiva da equipa, considerando que tem sido "um trabalho de todos", mas que ainda pode ser aprimorada.

"Até à 34.ª jornada, teremos situações para melhorar e trabalhar. No futebol, não há perfeição. Andámos desesperados à procura dela, mas é muito difícil de alcançar. Estaremos melhor preparados se formos à procura dessa perfeição", analisou.

O técnico foi ainda confrontado com a nomeação do árbitro Hugo Miguel para o jogo do FC Porto - depois de o juiz lisboeta ter sido alvo de críticas pela recente arbitragem realizada no Farense-Sporting, que os ‘leões’ a venceram por 1-0 -, desviando a pergunta para o Conselho de Arbitragem.

"Quem faz as nomeações tem de assumir essa responsabilidade. Saberem se o Hugo Miguel, sendo um bom árbitro, está em condições em termos psicológicos e emocionais para dirigir um jogo que pode ser decisivo no campeonato. Desejo que esteja bem, de acordo com a sua qualidade, mas se foi bem ou mal escolhido têm de perguntar a quem o nomeou", atirou Sérgio Conceição.

O treinador revelou, por fim, que o defesa esquerdo Zaidu ainda está em dúvida para esta jornada, devido a lesão, integrando um boletim clínico onde também faz parte o guarda-redes Mbaye.

O FC Porto, segundo classificado, com 66 pontos, joga na segunda-feira no reduto do Moreirense, oitavo, com 35, numa partida agendada para as 21.15, que terá arbitragem de Hugo Miguel, da Associação de Futebol de Lisboa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.