Na antevisão ao duelo de quarta-feira com o Paços de Ferreira, dos quartos de final da prova, o treinador dos ‘dragões’ reconheceu que o principal objetivo da época é o campeonato, mas garantiu a vontade do grupo de fazer uma boa carreira na Taça da Liga.

“Prazer especial seria ganhar o campeonato e à Juventus [para a Liga dos Campeões], mas conquistar a Taça da Liga também seria um prazer porque é um título. Obviamente que gostava de ser o primeiro treinador a conquistar este troféu para o clube. O nosso trajeto nesta prova tem sido bom, embora não excelente, porque não a ganhámos. Valorizamos esta competição e queremos conquistá-la”, disse Sérgio Conceição

Para esse objetivo, os ‘azuis e brancos’ terão de superar, nesta fase, um Paços de Ferreira que Sérgio Conceição perspetiva como uma equipa “à imagem do que tem demonstrado em outras competições”, embora esperando algumas alterações estratégias.

“Têm uma identidade que conhecemos, e mesmo mudando um ou outro jogador não vão mudar a dinâmica da equipa. Temos de perceber os diferentes cenários que podem acontecer e estarmos preparados, mas o mais importante é focar-nos na nossa equipa. Para ganhar este jogo não podemos repetir erros”, disse Sérgio Conceição.

Alguns desses erros foram cometidos no último embate entre as duas equipas, para o campeonato, em outubro, quando os ‘dragões’ perderam por 3-2, em Paços de Ferreira, num jogo do qual o técnico não guarda boas memórias.

“Foi uma ‘chapada’ jeitosa para mim. Foi o pior jogo que orientei desde que estou no FC Porto. Houve muitas coisas más. Pior do que esse jogo acho difícil acontecer, até porque estamos numa evolução constante dos jogadores e da equipa”, confessou o treinador.

À margem do jogo com o Paços de Ferreira, Sérgio Conceição comentou também o sorteio dos oitavos de final Liga dos Campeões, que colocou a Juventus com adversário, algo que não intimida o técnico.

“Se queremos estar entre os melhores, temos de competir com os melhores. Li um estudo sobre o que é valor dos diferentes plantéis [das equipas nos oitavos de final] e somos o que tem o menor valor de mercado. Mas isso não entra campo. Somos um clube com história e tudo vamos fazer tudo para dignificar clube”, disse Sérgio Conceição.

Para este desafio da Taça da Liga, o treinador portista confirmou que o lateral esquerdo Zaidu, a contas com uma lesão, dificilmente estará apto, juntando-se a Marcano e Mbaye no lote de indisponíveis, enquanto Pepe permanece em dúvida, embora esteja a “evoluir bem”.

O FC Porto recebe na quarta-feira o Paços de Ferreira, em partida dos quartos de final da Taça da Liga de futebol, agendada para as 18:45, com arbitragem de António Nobre, da Associação de Futebol de Leiria.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.