Era com alguma estranheza que o público olhava para a ausência de Luisão junto da equipa principal do SL Benfica, depois de, durante o verão, ter sido escrito, nos relatos da imprensa desportiva, que a posição do antigo capitão das águias como diretor técnico era condição fundamental para que Jorge Jesus regressasse ao estádio da Luz.

O ex-central não acompanhou a equipa à Grécia, para o jogo com o PAOK, do qual os encarnados saíram derrotados e foram afastados de uma eventual participação na Liga dos Campeões, e não esteve no banco, como seria de esperar, na vitória por 1-5 na deslocação ao Famalicão para a primeira jornada do campeonato.

O caso era tema nas redes sociais e fez mesmo capa da edição deste domingo do Correio da Manhã. Foi o próprio Luisão que recorreu às redes sociais para esclarecer o sucedido e revelar que está internado depois de há uma semana ter caído em casa e ter batido "com a cabeça causando algumas lesões".

Sem avançar com mais pormenores, o antigo capitão diz que a queda foi tal que "nem conseguia pegar no telefone".

Luisão assumiu as novas funções pelo clube, onde conquistou seis campeonatos, três Taças de Portugal, sete Taças da Liga e quatro Supertaças Cândido de Oliveira, com o regresso de Jorge Jesus. Num evento recente do clube, o antigo central não escondeu a satisfação pela nova posição no Benfica, enquanto diretor técnico para o futebol, que assenta em “tirar o máximo daquilo que o jogador consegue colocar dentro de campo, partilhar os valores do Benfica, fazer a ligação entre o balneário e o treinador, para que tenha uma escolha mais difícil e, no fim de tudo, o Benfica vencer os jogos”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.