“Neste momento temos subscritos pouco mais de 11,5 milhões de euros, estamos a 3,5 milhões do valor mínimo para conseguirmos emitir. Houve um arranque muito lento, mas, desde sexta-feira para hoje, quase conseguimos duplicar o número de subscritores”, explicou Francisco Salgado Zenha, em entrevista ao canal televisivo do clube.

Segundo o administrador da SAD e vice-presidente do Sporting para a área financeira, as subscrições durante o dia de hoje ascenderam a 2,4 ME, realçando que “a este ritmo, o valor mínimo seria atingido em um ou dois dias”.

“Para nós, o ideal seria ter 30 ME. No entanto, temos de perceber as circunstâncias em que estamos e como herdámos o clube, não a nível financeiro, mas ao nível de publicidade negativa – tivemos os casos de Alcochete, ‘cashball’, o período da comissão de transição e a detenção de duas figuras do Sporting”, lamentou Salgado Zenha.

Esta operação financeira foi lançada no passado dia 12 de novembro e servirá para fazer face ao reembolso de um empréstimo obrigacionista que venceu em maio e cujo reembolso foi adiado para 26 de novembro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.