O número um nacional e 49.º do ‘ranking' ATP, após ceder o primeiro ‘set’, ainda conseguiu levar o encontro até ao terceiro parcial, mas não foi capaz de levar a melhor diante do ucraniano, número 142 da hierarquia mundial, e perdeu pelos parciais de 2-6, 6-4 e 4-6, no Campa Tennis Club, nos arredores de Kiev.

Após o desaire de João Sousa, Portugal, que precisava de somar dois pontos hoje, perdeu a oportunidade de garantir já a manutenção no Grupo I, sendo agora obrigado a disputar novo ‘play off' com a África do Sul, em outubro, para não descer de Divisão.

Tendo em conta a vantagem da Ucrânia (3-1) sobre Portugal, o quarto e último encontro de singulares, entre Pedro Sousa e Illya Marchenko, serve apenas para cumprir calendário.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.