Em 10 anos no clube de Alvalade, o ponta de lança da Bulgária apontou 73 golos em 272 encontros, incluindo os dois da vitória sobre o Marítimo na final da Taça de 1995. Hoje, com 50 anos, não tem dúvidas que a equipa 'leonina' tem todas as condições para levantar o troféu da segunda prova mais importante em Portugal, no domingo.

"Os jogadores têm que vencer, sabendo que a massa associativa de todo o país e de todo mundo de sportinguistas estão à espera que vençam. Tenho a certeza que vão apoiar a equipa da mesma forma que apoiaram até agora. Falta de apoio não vão sentir e tenho a certeza que muita gente vai para o Estádio apoiar", começou por dizer, em declarações à agência Lusa.

Iordanov falava antes do ataque de terça-feira na Academia do Sporting, em Alcochete, onde dezenas de alegados adeptos encapuzados invadiram as instalações e agrediram jogadores e equipa técnica, depois de a equipa ter sido derrotada no terreno do Marítimo, na última jornada da I Liga, perdendo o segundo lugar para o Benfica

Sem esquecer do valor do Desportivo das Aves, Iordanov apenas aponta para um objetivo, o de vencer: "[A final] é para ganhar, com todo o respeito pela outra equipa. O Sporting tem que ganhar. Nunca é fácil, mas os jogadores do Sporting têm que estar motivados se querem ganhar o título".

Iordanov reconhece o impacto negativo que o terceiro lugar na I Liga e consequente ausência das eliminatórias de acesso à Liga dos Campeões teve no seio do balneário e no clube. Contudo, relembra que os jogadores são "profissionais e devem levantar a cabeça".

"O jogo na Madeira não foi bom, não conseguimos o segundo lugar para a pré-eliminatória da Liga dos Campeões, mas já passou e temos que levantar a cabeça. Agora, no domingo, é muito importante ganhar o título", insistiu.

Ainda assim, o antigo avançado não quis entrar em pormenores, mas deixou no ar que alguma coisa faltou à equipa de Jorge Jesus para que conseguisse outra posição.

"Faltaram pontos para conseguir o primeiro lugar, mas não sei mais porque não estou dentro do balneário. Faltou alguma coisa, o que faltou só as pessoas que estão lá dentro é que podem saber", lamentou.

No domingo, Sporting e Desportivo das Aves defrontam-se no Estádio do Jamor, em Oeiras, pelas 17:15.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.