Em comunicado, publicado na página oficial, o clube ‘auriverde’ revela que Pepa vai manter-se como treinador principal até junho de 2018.

"Após a recuperação classificativa encetada na I Liga 2016/2017, que culminou na permanência do Tondela, entendemos que Pepa reúne as condições técnicas e humanas para continuar a merecer toda a nossa confiança e apoio na próxima época desportiva", justificou o clube.

Pepa chegou ao comando técnico do Tondela em janeiro deste ano, tendo ‘herdado’ de Petit uma equipa que ocupava a 18.ª e última posição da I Liga de futebol.

Esta é uma ‘casa’ que Pepa já conhecia, uma vez que tinha sido treinador adjunto no Tondela em 2010/2011, altura em que Filipe Moreira era o técnico principal.

O antigo avançado de Benfica, Lierse, Varzim, Paços de Ferreira e Olhanense iniciou a carreira de treinador nos escalões de formação do Sacavenense, Odivelas, Taboeira e Benfica, além da passagem pelo Tondela, tendo, em seniores, orientado Sanjoanense e Feirense.

A sua estreia como treinador no escalão maior do futebol ocorreu em 2016/2017, no Moreirense, onde esteve até à 10.ª jornada.

A Tondela chegou à 17.ª jornada, quando o clube beirão somava apenas 10 pontos. Na segunda volta do campeonato conseguiu que a sua equipa somasse 22 pontos, que permitiram, ‘in extremis’, assegurar a manutenção na I Liga, a terceira dos ‘auriverdes’ entre os ‘grandes’ do futebol nacional.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.