Essence Carson, Chelsea Gray e Jantel Lavender, das Los Angeles Sparks, encontravam-se perto da discoteca onde ocorreu o ataque, segundo confirmou à AP o treinador da equipa norte-americana, Brian Agler.

O técnico acrescentou que as três jogadoras estão bem, tal como todas as outras (cerca de 20) que aproveitaram o defeso nos Estados Unidos para jogarem na Turquia, como depois confirmou, também à AP, um responsável da WNBA.

Pouco depois do atentado, Essence Carson publicou na sua conta oficial no Twitter que estava presa num clube noturno devido a “um tiroteio em Istambul”.

Segundo o ministro do interior da Turquia, Suleyman Soylu, há 16 estrangeiros entre os mortos já identificados, embora não tenha dado detalhes sobre as nacionalidades, e que 69 feridos foram transportados para hospitais

Várias jogadoras da WNBA aproveitam a paragem da liga norte-americana para representarem equipas europeias, como são os casos das três jogadoras da formação de Los Angeles.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.