A câmara de investigação, independente do comité do organismo de cúpula do futebol europeu, decidiu “abrir uma investigação formal a potenciais violações das regras de ‘fair play’ financeiro”.

A decisão surge na sequência da divulgação de correspondência do emblema inglês por “vários meios de comunicação social”, sendo que a UEFA “não vai comentar o assunto enquanto a investigação estiver a decorrer”.

O jornal alemão Der Spiegel publicou uma série de documentos que apontam para uma 'injeção' de dinheiro no clube por parte do dono, Sheikh Mansour, acima do que é permitido pelas regras europeias, referindo-se ainda aos contratos de patrocínio do campeão inglês.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.