O médio reagiu no Instagram à polémica que o terá deixado sob a alçada disciplinar do clube, bem como Saravia, Marchesín e Luís Díaz, depois de os quatro jogadores terem aparecido em vídeos numa festa.

“Na sexta-feira celebrei o aniversário da minha esposa, como qualquer ser humano o faria, em família e com amigos próximos. Uma celebração saudável, rodeado das pessoas de que mais gostamos”, começou por dizer o médio colombiano.

Ainda na nota de esclarecimento, Uribe refere que a festa terminou para si à meia-noite, pouco depois de os seus companheiros de equipa nos ‘dragões’ terem saído e que é falso que tenha continuado até às 05:00.

“Depois de os meus companheiros saírem, fui descansar”, adianta o jogador, explicando que tanto ele, como a família, sabem da prioridade em cuidar do estado físico para poder ter um rendimento ótimo, como profissional de futebol.

Uribe justificou que na festa se mantiveram os amigos e a família e que, por isso, as pessoas continuaram no jardim de casa até às 05:00.

“Aos que duvidam de mim, vejam por favor a minha carreira desportiva, a mesma que me define como jogador profissional, ético e comprometido”, acrescenta o futebolista, dizendo estar “1.000% comprometido com o FC Porto”.

Os quatro jogadores estão fora das opções para o jogo de hoje com o Boavista, da 11.ª jornada da I Liga, no Estádio do Bessa, no Porto, a partir das 21:00.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.