Estes valores pressupõem um aumento de quase nove por cento em relação aos prémios atribuídos em 2016, quando os vencedores do último ‘Grand Slam’ do ano, o suíço Stan Wawrinka e a alemã Angelique Kerber, embolsaram três milhões de euros cada.

Os finalistas vencidos no torneio que principia a 28 de agosto vão auferir 1,580 milhões de euros contra os 1,515 milhões do ano anterior.

Quanto às competições de pares, estão-lhes destinados 585.000 euros.

Os atletas eliminados na primeira ronda em Flushing Meadows levam, ainda assim, 43.000 euros para casa, um aumento de 5.800 euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.