Coville, que partiu de Brest (França) em 06 de novembro último e cortou hoje a linha de chegada virtual instalada em Ouessant, na Bretanha, 'pulverizou' o anterior recorde em oito dias, marca que era pertença do seu compatriota Francis Joyon, que em 2008 tinha efetuado a volta em 57 dias 13:.06 horas.

A marca de Coville é tão extreordinária se comparada com os três anos que foram necessários para o canadiano Joshua Slocum realizar pela primeira vez o feito, há mais de um século (1895).

São várias as categorias para se realizar voltas ao mundo: em solitário com escala, sem escala, mas com tripulação, voltas ao mundo em solitário e sem escala em monocascos, voltas ao mundo em solitário, sem escala e em catamarã, os barcos mais rápidos e categoria na qual se inscreve Coville.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.