“O Vitória Sport Clube entra em campo este domingo com o emblema da Associação Chapecoense de Futebol em homenagem à equipa e ao seu treinador Caio Júnior”, lê-se na nota publicada, acompanhada de uma fotografia com um tecido preenchido por símbolos do clube brasileiro.

O treinador da equipa brasileira, que foi jogador dos vimaranenses entre 1987/88 e 1991/92, além de ter representado Belenenses e Estrela da Amadora, foi uma das 71 vítimas mortais do acidente de avião ocorrido perto de Medellín, devido à falta de combustível.

O técnico do Vitória de Guimarães, Pedro Martins, enviou hoje as condolências aos adeptos do clube brasileiro e às famílias das vítimas, referindo que é “uma tragédia que deixa a pensar no que é verdadeiramente importante”, tendo ainda recordado Caio Júnior como um jogador “respeitado por toda a gente”.

“É uma tragédia que custa a todos. Não o conhecia pessoalmente. Foi meu adversário. A imagem que eu tinha era a de um jogador tranquilo, respeitado por toda a gente, e, portanto, não é fácil”, disse.

A queda do avião causou a morte a 71 das 77 pessoas que seguiam a bordo, incluindo a maioria dos jogadores, dirigentes e jornalistas que acompanhavam a equipa, que se preparava para disputar a primeira mão da final da Taça Sul-Americana com os colombianos do Atlético Nacional.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.