Campeão em título, Antunes sai para a estrada às 17:00, dois minutos depois do segundo classificado, o uruguaio Mauricio Moreira (Efapel), que tem uma desvantagem de 42 segundos para o camisola amarela, mas é um especialista na luta contra o cronómetro.

O português Joni Brandão, quarto da geral, parte quatro minutos antes de Antunes, seu companheiro de equipa, para evitar que Frederico Figueiredo, o corredor que fecha o pódio a 55 segundos, saia imediatamente depois do seu colega Moreira.

O contrarrelógio de 20,3 quilómetros vai definir o pódio final, com o ‘top 3’ ainda em aberto, uma vez que também Alejandro Marque (Atum General-Tavira-Maria Nova Hotel), quinto a 01.18 minutos e contrarrelogista de excelência, pode lá chegar.

O português Pedro Paulinho (Tavfer-Measindot-Mortágua) será o primeiro dos 88 ciclistas em prova a partir para o ‘crono’, saindo para a estrada às 15:23.

A 82.ª Volta a Portugal começou em 04 de agosto, em Lisboa, e hoje consagra o sucessor de Amaro Antunes no palmarés de vencedores.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.