Segundo uma nota de imprensa divulgada hoje, a fábrica de automóveis de Palmela deverá retomar o ritmo normal de produção no turno da manhã do dia 02 de janeiro de 2018.

A interrupção da produção ocorre num período conturbado da empresa, devido à rejeição pelos trabalhadores de dois pré-acordos sobre os novos horários de laboração contínua que tinham sido negociados previamente entre a administração e a Comissão de Trabalhadores.

Face à ausência de um acordo, a administração da Autoeuropa avançou na semana passada, unilateralmente, com um novo horário de laboração contínua que deverá entrar em vigor do final de janeiro de 2018, mas trabalhadores e sindicatos já fizeram saber que não concordam com o modelo que lhes foi imposto.

Preocupado com o diferendo na Autoeuropa - que representa cerca de 1% das exportações portuguesas -, o ministro do Trabalho, Vieira da Silva, reuniu-se na semana passada com a administração e representantes dos trabalhadores, mas, da reunião terá resultado apenas o compromisso das partes de voltarem à mesa das negociações.

Apesar do diferendo, a administração da Autoeuropa já anunciou que está disponível para negociar um novo modelo de horários de laboração contínua, para vigorar, inclusive, a partir do segundo semestre de 2018.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.