O BCE decidiu hoje cortar todas as taxas de juro, passando a taxa diretora para 0%, o que acontece pela primeira vez e constitui um mínimo histórico. Esta taxa, aplicada às principais operações de refinanciamento, estava em 0,05% desde setembro de 2014.

O conselho de governadores do BCE reduziu também a taxa de juro aplicável à facilidade permanente de cedência de liquidez para 0,25%, um corte de cinco pontos base, e a taxa de depósitos passou de -0,30% para -0,40%, um corte de 10 pontos base.

O Banco Central Europeu (BCE) reforçou ainda o programa de compra de ativos que lançou há um ano e passou o volume mensal de 60 mil milhões de euros para 80 mil milhões de euros.

A instituição liderada por Mario Draghi vai também lançar a partir de junho quatro operações de refinanciamento de longo prazo, cada uma com uma maturidade de quatro anos.

Depois de terem sido anunciadas as principais decisões da reunião de hoje do BCE, o euro caiu e às 13:20 (hora de Lisboa) negociava abaixo de 1,09 dólares.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.