O contrato, publicado no portal da contratação pública, para a prestação de “serviços de consultoria” foi assinado em 18 de dezembro de 2015, mas com efeitos a partir de 1 de novembro de 2015, por um período de 12 meses e a contrapartida financeira de 304.800 euros.

“O prolongamento do contrato de prestação de serviços é essencial para garantir a continuidade na direção da equipa operacional, que, no Banco de Portugal, coordena o processo de venda, que se encontra numa fase crucial”, justificou a instituição.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.