O alerta de Schauble é feito a menos de duas semanas do referendo de 23 de junho, em meio a sonfagens que dão uma vantagem apertada aos partidários da permanência na UE.

"Dentro é dentro, fora significa fora", afirmou Schäuble numa entrevista concedida ao semanário alemão Der Spiegel. "Se o 'sim' ganhar, o Reino Unido deverá acatar as regras de um clube do qual quer sair", acrescentou, descartando que o país possa se beneficiar do mesmo estatuto que Noruega e Suíça, que não são membros da UE, mas têm acesso à zona europeia de livre circulação de bens e pessoas.

Um dos líderes da campanha Brexit, Nigel Farage, disse por exemplo que "Noruega, Suíça e Islândia são felizes". "Esses países têm seus próprios acordos, para manter o tipo de relação comercial que querem". O ministro alemão disse que teme que o Brexit provoque movimentos centrífugos noutros países. "Não se pode excluir (a possibilidade de saída de outros países). Como reagiria, por exemplo, Holanda, tradicionalmente muito unida ao Reino Unido?", questionou o ministro.

Um estudo recente apontou que o PIB holandês perderia 10 mil milhões de euros até 2030 se o Reino Unido abandonar a UE. Se o Brexit se tornar realidade, a UE "não poderá responder propondo simplesmente mais integração para os membros restantes", advertiu Schauble. "Seria muito torpe, muita gente teria direito de perguntar se os políticos compreenderam algo", estimou.

Em caso de resultado apertado pela permanência na UE, isso será tomado "como uma advertência e um sinal de alarme", reconheceu o ministro. "Meus colegas da zona do euro e eu estamos preparados para todos os cenários possíveis", acrescentou.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.