Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, o BPI adiantou que o grupo português encabeçado pela Violas SGPS reforça a sua posição na Viacer, que passa de 46,5% para 71,5%.

Desta forma, o grupo Violas passa a deter indiretamente a maioria do capital social da maior empresa de cervejas portuguesa, detalhou-se no texto.

O valor global da operação foi de 233 milhões de euros.

Este montante divide-se entre os 130.480.000 euros, relativos aos 14% do Banco BPI na Viacer, e os 102.520.000 euros, correspondentes aos 11% do Fundo de Pensões do Banco BPI.

No comunicado especificou-se ainda que o negócio está sujeito à obtenção de uma decisão de não oposição por parte da autoridade da concorrência competente.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.