A proposta do OE2020 contém uma autorização legislativa no sentido de permitir ao Governo criar escalões de consumo de eletricidade diferenciados, mas que está dependente de ‘luz verde’ de Bruxelas.

“Como é sabido, no Orçamento do Estado para 2020 foi concedida a autorização ao Governo para podermos reduzir o IVA da energia de uma forma financeiramente responsável e que isso implicaria uma forma inovadora de podermos graduar a taxa do IVA da eletricidade em função dos escalões de consumo”, afirmou o primeiro-ministro, António Costa, no final de maio.

Estas alterações só podem ser adotadas por Portugal mediante ‘luz verde’ do comité do IVA da Comissão Europeia.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.