A Continental Advanced Antenna Portugal, que produz componentes para automóveis, é uma “das maiores empregadoras privadas” no distrito de Vila Real, com cerca de 550 trabalhadores.

A empresa nunca parou de laborar, mas o trabalho foi mantido ao ritmo das encomendas.

Por isso mesmo, o número de funcionários foi reduzido nos meses de março e abril por causa das quebras nas vendas provocadas pela pandemia de covid-19.

Durante este mês, segundo afirmou à agência Lusa o diretor da unidade, Miguel Pinto, a empresa vai aumentar a atividade “em 20%”, passando dos cerca de 40% de funcionários a trabalhar em abril para os 60%.

“A nossa mão-de-obra está ajustada às nossas encomendas (…). No mês de maio já subimos para 60% a mão-de-obra e a atividade, mas continuamos 40% abaixo daquilo que seria o normal”, explicou.

Segundo o responsável, em abril a empresa colocou cerca de 30% dos colaboradores em ‘lay-off’, número que será reduzido para metade neste mês de maio.

A unidade de Vila Real é uma das principais especialistas e fabricantes mundiais de antenas para veículos e a quase totalidade da sua produção é exportada.

No último mês, segundo referiu Miguel, os fabricantes automóveis europeus e dos Estados Unidos da América (EUA) estiveram quase todos parados, estando a funcionar apenas os fabricantes asiáticos.

Para maio prevê-se uma retoma da atividade na Europa, esperando-se a reabertura nos EUA para os meses de junho e julho.

Miguel Pinto perspetiva um crescimento, considerando que nos próximos meses a atividade se “poderá aproximar daquilo que seria o normal”, no entanto ressalvou que está tudo dependente da forma como vai evoluir a pandemia e a economia.

No interior da unidade de Vila Real estão a ser cumpridas rigorosas medidas de segurança e de higiene, como o uso de máscaras, o gel desinfetante distribuído por todo o espaço, as distâncias de segurança na cantina e na área da produção, dispondo ainda de um enfermeiro a tempo inteiro e médico uma vez por semana.

Em 2018, esta fábrica produziu mais de 17 milhões de antenas, exportadas para todo o mundo, e trabalha, essencialmente, com o segmento ‘premium’ de marcas como o grupo Daimler, BMW, Audi ou a Volvo.

A Continental Advanced Antenna, que resultou da aquisição da Kathrein Automotive em 2019, pertence à Divisão Interior do grupo Continental.

Portugal encontra-se em situação de calamidade, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

Segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia, o país contabilizava na terça-feira 1.074 mortos associados à covid-19 em 25.702 casos confirmados de infeção.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.