Quem está a ganhar (sem surpresas)

  • Netflix (mais 16 milhões de subscritores, o dobro das previsões)
  • Domino’s Pizza
  • Procter & Gamble (a maior subida de vendas em décadas)

Quem até ganhou e ainda não está a perder mas ...

  • Coca-Cola: em fevereiro, as vendas estavam 3% acima das previsões, em março, os resultados líquidos do primeiro trimestre subiram 65% mas em abril as vendas desceram já 25% e além dos restaurantes, bares, eventos fechados e cancelados, os Jogos Olímpicos de Tóquio, de que a marca era um dos principais patrocinadores, foram adiados)

Quem está a perder (igualmente sem surpresas)

  • Royal Caribbean
  • American Airlines
  • Delta Airlines
  • _____________ (inserir o nome da companhia aérea que quiser)

Quem está insanamente a não saber como lidar:

  • Investidores em petróleo (na semana passada, o WTI, o crude de referência nos EUA, foi vendido a valores negativos, e o Brent, do Mar do Norte, sofreu fortes quedas)

E ainda o caso da Virgin Atlantic :

  • Richard Branson pediu ao governo britânico apoio para manter a companhia aérea, oferecendo a sua ilha nas Caraíbas como “colateral” para dar suporte à proposta
  • Oferecer a ilha para “salvar tantos empregos quanto possível” é bonito, mas no Reino Unido, Branson não recebeu propriamente amor de volta; é que muitos lembraram-se que o grupo que lidera não paga impostos no país, já que tem sede nas Virgin Islands

Outra forma de ilustrar os ganhos e perdas na economia é fazer o jogo do “espelho meu, espelho meu quem é mais rico do que eu”. Entre Bill Gates, Warren Buffet e Jeff Bezos, o senhor Amazon já era o mais rico. Mas no fecho do terceiro trimestre de 2020 é ainda mais rico do que os outros, já que viu a fortuna aumentada em qualquer coisa como 24 mil milhões de dólares desde que a economia fechou as portas.
O ranking atual está assim:

  • Buffet: 74,7 mil milhões de dólares

  • Gates: 104,9 mil milhões de dólares

  • Bezos: 143,1 mil milhões de dólares

Para rematar, mais um dado: a segunda semana de abril foi a primeira desde setembro de 2004 em que não houve, no mercado americano, nenhum fusão ou aquisição acima de mil milhões de dólares.

Para quem gosta de associar datas a coisas que realmente fazem parte da nossa vida, aí vai a memória proposta pela Morning Brew: em setembro de 2004, a série Lost estreava na televisão e os Green Days lançavam “American Idiot”. Foi há esse tempo todo.

Este artigo faz parte da newsletter semanal "Admirável Mundo Novo", que reúne uma seleção de histórias sobre inovação, estratégia e curiosidades que acontecem no mundo das grandes e das pequenas empresas. Pode subscrever aqui, o mesmo local onde pode tomar a decisão inversa a qualquer altura.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Um artigo do parceiro

The Next Big Idea é um site de inovação e empreendedorismo, com a mais completa base de dados de startups e incubadoras do país. Aqui encontra as histórias e os protagonistas que contam como estamos a mudar o presente e a inventar o que vai ser o futuro. Veja todas as histórias em www.thenextbigidea.pt