As capacidades instaladas aumentaram 8,3% em 2015 (o que representa 153 gigawatts a mais), informa o relatório, ressaltando que é "o maior crescimento já registado". Este crescimento é impulsionado pela energia solar (+ 26%) e eólica (+17%), contra 5% para a bioenergia e geotérmica, e +3% para o sistema hidráulico, segundo o estudo.

A hidráulica continua a ser o tipo de energia renovável mais importante, com 61% da capacidade no final de 2015. No total, o mundo dispunha no final de 2015 de 1985 GW de capacidade de geração renovável. A queda nos preços é o principal fator de aceleração do desenvolvimento de energias renováveis, com um valor de por exemplo 45% para turbinas eólicas desde 2010, disse Irena. As regiões mais dinâmicas em 2015 foram a América Central e o Caribe (+14,5%) e Ásia (+12,4%), que concentraram 58% da nova capacidade instalada no ano passado, muito à frente da América do Norte (+6,3%) e Europa (+ 5,2%), de acordo com o relatório, que está disponível aqui.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.