De acordo com uma nota divulgada hoje pelo BdP, a dívida pública na ótica de Maastricht, a que conta para Bruxelas, subiu de 242.847 milhões de euros em janeiro para 243.490 milhões de euros em fevereiro.

Já comparando com fevereiro de 2016, quando a dívida pública totalizava 231.534 milhões de euros, deu-se um aumento de 11.956 milhões de euros.

“Esta variação reflete emissões líquidas de títulos de 2.100 milhões de euros e uma diminuição dos empréstimos de 1.500 milhões de euros, essencialmente por via do reembolso de empréstimos do Fundo Monetário Internacional [FMI], de 1.700 milhões de euros”, explica o banco central.

O banco central afirma também que “o crescimento da dívida pública foi acompanhado por um aumento mais acentuado dos ativos em depósitos (1.300 milhões de euros)”.

Já a dívida pública líquida de depósitos da administração central registou em fevereiro um aumento de 635 milhões de euros em relação ao mês anterior, totalizando 223.404 milhões de euros.

Excluindo os depósitos e comparando com o mesmo mês de 2016, houve um aumento de 5.179 milhões de euros em fevereiro deste ano face ao ano passado, quando a dívida pública líquida de depósitos da administração central se fixou nos 218.225 milhões de euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.